Moeda Greco-Romana encontrada no Egito

No passado dia 25 de maio, durante o levantamento realizado no sítio arqueológico de San El-Hagar, na província de Gharbia, a norte do Cairo, a equipa de arqueólogos que comandou a escavação encontrou secções de uma estrutura construída com tijolos. No seu interior, entre outros objetos de grande valor cultural, estava uma moeda de ouro cunhada pelo rei Ptolomeu III, que governou o Egito durante o século III a.C. «A moeda tem um diâmetro de 2,6 centímetros e um peso de 28 gramas» descreveu Ayman Ashmawy, chefe do departamento de escavações do Ministério das Antiguidades egípcias.
No anverso da peça encontrada, está representado Ptolomeu III coroado, no reverso lê-se a inscrição do nome do monarca e uma cornucópia, o símbolo de produtividade da natureza na mitologia grega.
Na antiguidade egípcia, dentro de um sistema baseado em troca direta, o primeiro faraó a emitir moeda foi Khenemmaetré Hakor (393-380 a.C.), que originou peças muito influenciadas pelas moedas atenienses.
Será de destacar ainda os outros artefactos encontrados, como vasos de cerâmica, estátuas de barro, ferramentas de bronze e uma pequena estátua de carneiro.

Fonte: zap.aeiou.pt