Em 2019, Montemor-o-Novo propõe ter moeda própria, o “mor”

Pensado para conviver com o euro, pretende-se que esta nova moeda circule unicamente dentro do conselho e, com uma taxa de câmbio atrativa, o “mor” apresenta-se como um animador da economia local, na forma de um cartão de crédito.

A ideia de Montemor-o-Novo ter uma moeda própria tem vindo a ser testada, desde 2013, em três feiras francas, duas das quais teriam sido registadas no inventário de Moedas Comunitárias de Portugal de 2014.

Atualmente, a cooperativa integral Minga, onde são vendidos os artigos dos produtores locais, é uma das impulsionadoras do projeto pois já dispõe de uma moeda interna, sem nome, baseada na oferta de bens e serviços e um sistema de crédito.

Embora, em Portugal, nenhuma moeda local tenha um projeto tão ambicioso como o “mor”, em Espanha existem cerca de 40 moedas locais que levaram à criação de um Instituto da Moeda Social.

 

Fonte texto: www.dn.pt

Fonte imagem: http://www.cm-montemornovo.pt